Roberto Dourado

Qualquer um pode ser um poeta... desde que o amor lhe toque (Platão - O Banquete)

Textos
Título Categoria Data Leituras
UMA VIAGEM Crônicas 13/07/23 49
RACISMO NOS ESTÁDIOS Crônicas 06/07/23 13
PLANTÃO DE POLÍCIA: ENTRE O RODO E O FUZIL Crônicas 06/07/23 6
SEGUNDA-FEIRA: PROJETOS! Crônicas 03/07/23 5
CAPÍTULO ZERO, OU O PRINCÍPIO DEPOIS DO NADA Crônicas 26/06/23 12
BIBLIOTECAS SEM ALMA Crônicas 15/06/23 13
UM POEMA VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS Crônicas 09/06/20 29
O GRITO DO PIRRALHO Crônicas 20/11/10 19
SÃO FRANCISCO DE ASSIS Crônicas 05/10/09 46
SÓCRATES NA PRAÇA DOS TRÊS PODERES Crônicas 24/09/09 131
O CACETINHO DO PORTUGUÊS Crônicas 07/09/09 60
PLANTÃO DE POLÍCIA 1 Crônicas 01/09/09 13
O GUARDA-CHUVA DO MONSENHOR ROBERTO LOPES Crônicas 10/12/08 121
NA SOMBRA DO NADA Crônicas 15/11/08 17
O CHÁ-DE-BURRO Crônicas 26/08/08 14156
Site do Escritor criado por Recanto das Letras